in

PBH lança 1ª Temporada Internacional de Gastronomia e Alimentação

Palestras e encontros, com especialistas internacionais, acontecem em todo mês de outubro

A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), por meio da Belotur, lança a 1ª Temporada Internacional de Gastronomia e Alimentação de Belo Horizonte, com programação extensa ao longo de todo o mês de outubro, para celebrar a nossa gastronomia, tradição, cultura e criatividade. O período foi escolhido por conta de duas datas importantes: o Dia Mundial da Alimentação, comemorado globalmente em 16 de outubro, e a data em que Belo Horizonte recebeu o título de Cidade Criativa da Gastronomia pela UNESCO, em 30 de outubro.

Com isso, a temporada foi planejada em três pilares principais: Sabores da Viagem (série de conferências internacionais de turismo, gastronomia e alimentação), Sabores do Mundo (troca de experiências com outras Cidades Criativas da UNESCO) e Sabores da Cidade (compartilhamento de experiências exitosas em Belo Horizonte), e receberá convidados especiais de diversos lugares do mundo. Toda a programação pode ser acessada por meio deste link aqui

Gilberto Castro, presidente da Belotur, explica a importância dessa temporada para Belo Horizonte: “A gastronomia é um dos principais ativos da capital e esteve presente em diversas frentes de atuação da Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Belotur. Nos últimos anos, esse segmento e suas vertentes se tornaram uma aposta estratégica no posicionamento, promoção e desenvolvimento de políticas e atividades da cidade, que culminou com o reconhecimento pela UNESCO de Belo Horizonte como Cidade Criativa da Gastronomia”.

Ainda de acordo com Gilberto, ao ingressar em tal rede, as cidades se comprometem a compartilhar suas melhores práticas e desenvolver parcerias ao envolver os setores público e privado, bem como a sociedade civil. “A ideia é fortalecer a criação, a produção, a distribuição e a disseminação de atividades, bens e serviços culturais, desenvolver centros de criatividade e inovação e ampliar as oportunidades para criadores e profissionais do setor cultural. Buscamos também melhorar o acesso e a participação na vida cultural, em particular para grupos e indivíduos marginalizados ou vulneráveis, e integrar a cultura e a criatividade de forma plena nos planos de desenvolvimento sustentável”.

Vale ressaltar que, de acordo com dados da Organização Mundial do Turismo (OMT), no ranking dos motivos que fazem os turistas viajarem para o mundo, a gastronomia encontra-se em terceiro lugar. E de acordo com o Ministério do Turismo, esse segmento é o melhor avaliado por turistas estrangeiros no Brasil.  

As palestras e encontros são abertos para todos, incluindo profissionais do setor, estudantes, moradores da cidade e amantes da gastronomia. Quem quiser participar precisa realizar a inscrição, gratuitamente,  Toda a programação contará com tradução simultânea para português, inglês e espanhol e pode ser conferida aqui.

PROGRAMAÇÃO:

19/10, terça-feira, das 9h30 às 11h30: Gastronomia: turismo de negócios e eventos e desenvolvimento local

Convidados: Eva Ballarin, Tourism & Horeca industry expert (Espanha); Maria Eulália Araújo, do Festival Comida di Buteco (Brasil); com mediação de Cláudio Beato, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Brasil).

Lees la noticia original aquí.

¿Te ha resultado útil este artículo?

Puntúa este contenido

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

«Es hora de dejar de hacer planes sobre turismo y empezar a ejecutar los que tenemos»

Nueva dinámica del turismo se inclina por ser más incluyente